Chico Antonio

  • Chico Antonio
© Werner Puntingam
Cantor(a), Pianista/tecladista, Baixista
Rúbrica : Música
Moçambique

Chico António Nasceu em 1958 no distrito de Magude provincia de Maputo no sul de Moçambique, ele cresceu no internato da missão de S.Jose de Lhanguene e quando tinha 9 anos de idade torna-se solista de um coro de 50 pessoas na igreja ao mesmo tempo que se inicia na aprendizagem do trompete e solfejo durante 12 anos.
Entre 1979/1992 ele fez parte de grupos que compunham musica com base em ritmos tradicionais moçambicanos tais como: Grupo Instrumental n°1 de musica ligeira, RM (grupo da Radio Moçambique) e Orquestra Marrabenta Star de Moçambique e faz tournees para(Inglaterra,Holanda,Italia,França,Portugal,Suecia,Noroega,Dinamarca,Zimbabwe, Guine Conacry,Cabo-Verde e outros...).
Em 1990 ganha o premio Descobertas da RFI (Radio França Internacional) e recebe uma bolsa de estudos para estudar técnicas bases de piano, arranjos e captação de sonS em estúdio. Ele considera ManuDibango o mentor que lhe aconselhou a concluir seus estudos e a voltar para Moçambique para pesquisar e incentivar outros musicos a trabalhar e a fazer progredir a musica moçambicana a partir dos ritmos tradicionais de Moçambique.
Desde que gravou o seu primeiro e unico CD em1991 gracas a RFI e a Maisondesculturesdu Monde Chico tem trabalhado em laboratório de experimentos de fusão de instrumentos e ritmos tradicionais com instrumentos e ritmos modernos incentivando os profissionais e a nova geração a trabalhar nessa direcção de forma a encontrar uma maneira de estar e ser do músico moçambicano.

Grupos

1 fichas

Artigos

1 fichas

Parceiros

  • Arterial network
  • Media, Sports and Entertainment Group (MSE)
  • Gens de la Caraïbe
  • Groupe 30 Afrique
  • Alliance Française VANUATU
  • PACIFIC ARTS ALLIANCE
  • FURTHER ARTS
  • Zimbabwe : Culture Fund Of Zimbabwe Trust
  • RDC : Groupe TACCEMS
  • Rwanda : Positive Production
  • Togo : Kadam Kadam
  • Niger : ONG Culture Art Humanité
  • Collectif 2004 Images
  • Africultures Burkina-Faso
  • Bénincultures / Editions Plurielles
  • Africiné
  • Afrilivres

Com o apoio de